Home / Receitas do Dia / Feijão / Vamos fazer feijão tropeiro?

Vamos fazer feijão tropeiro?

Ingredientes

500 g de feijão carioquinha cozido e sem caldo
200 g de bacon
125 g de linguiça de porco
125 g de torresmo de barriga
200 g de carne de sol
1 xícara (chá) de farinha de mandioca
1 cebola pequena picada
3 dentes de alho picados
Couve cortada bem fininha sem o talo
6 ovos
Sal e pimenta-do-reino a gosto

 

FAÇA ASSIM:


Cozinhe o feijão em uma panela de pressão e reserve.
Em uma panela grande, coloque o torresmo para fritar.
Quando ele estiver bem douradinho, reserve e deixe um pouco da gordura produzida por ele na panela, reservando o restante dessa gordura.
Na mesma panela, frite o bacon até dourar e reserve.
Em seguida, frite a carne com a cebola e o alho e deixe dourar.
Retire a carne e frite a linguiça e reserve.
Refogue a couve. Atenção: tudo sendo feito na mesma panela.
Retire a couve e, se necessário, acrescente um pouco da gordura do torresmo pra fritar os ovos (mexidos).
Retire o ovo e torre a farinha.
Quando a farinha estiver torrada, coloque todos os ingredientes na panela novamente e misture.
Quando essa mistura estiver bem encorpada, acrescente o feijão,
tempere com a pimenta a gosto e está pronto para servir.

 

UAU… VALEU TODO O TRABALHO QUE DÁ ;;; BOM DEMAIS!

 

FEIJÃO… VEJA O QUE ELE NOS OFERECE… AH COMO É BOM!

Um dos alimentos mais queridos, consumidos e produzidos pelos brasileiros, o feijão, em suas mais diversas formas e tipos, é uma leguminosa superpoderosa para a nossa alimentação.

 

Altamente nutritiva, essa iguaria também se destaca por sua versatilidade culinária fazendo parte dos mais tradicionais pratos e composições gastronômicas.

 

Ao todo existem 14 tipos de feijão disponíveis para consumo. No Brasil os mais utilizados são: carioquinha, preto, de corda, jalo, branco, rosado, fradinho, rajado e bolinha.
Além deles, o azuki, o roxo, o moyashi, o verde e o vermelho, completam a lista.

 

O prato mais comum utilizado com o ingrediente é a tradicional feijoada, que consiste num guisado de feijão com carne, normalmente acompanhado com arroz e que caracteriza, por anos, a culinária brasileira no mundo.

 

Em relação a seus aspectos nutricionais, o feijão dispensa maiores apresentações. Ideal para ser incorporado a uma dieta diária, ele proporciona nutrientes essenciais ao organismo como proteínas, ferro, cálcio, vitaminas (principalmente do complexo B), carboidratos e fibras.
Por contar com metabólitos secundários, os denominados fitoquímicos, em sua composição, o consumo médio vem sendo associado ao combate de doenças como o diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares e até mesmo neoplasias.

 

Se não bastassem todos esses predicados, além dos grãos, o caldo do feijão também contribui para uma alimentação saudável.
Rico em minerais, o caldinho concentra até 73% dos sais, sendo recomendado o seu cozimento em panela de pressão, como o método mais eficiente para a retenção de ferro e zinco.

 

Fantástico mesmo… feijão é tudo de bom!