Home / Ajuda / Para ajudar / Fibromialgia, saiba o que é … dicas para eliminar os desconfortos naturalmente.

Fibromialgia, saiba o que é … dicas para eliminar os desconfortos naturalmente.

A dor física, para quem não sabe, aumenta quando somos submetidos ao estresse.

Estudos já comprovaram que quando reprimimos as emoções negativas, como a raiva, sofremos com dores no corpo.

E, para quem já tem fibromialgia, tudo piora.

Se você não sabe nada sobre essa doença, esta matéria será de grande ajuda.

A síndrome da fibromialgia ou SFM é um distúrbio que leva a pessoa a sentir dores em todo o corpo.

Outros sintomas são fadiga, mudança no humor e falta de memória.

E o que será que causa esse problema de saúde?

 
A ciência ainda não tem certeza, mas acredita que fatores como: genética, infecções e trauma físico ou emocional estão totalmente relacionados.

Infelizmente, ainda não se descobriu a cura para esse mal, mas fazer exercícios regularmente, relaxar e reduzir o estresse ajudam a aliviar os sintomas.

O European Journal of Pain publicou um estudo de 28 dias envolvendo 333 mulheres com fibromialgia.

Todas tinham em média 47 anos.

O objetivo era examinar se a raiva delas ampliava a dor.

Além disso, os pesquisadores queriam saber se reprimir ou expressar os sentimentos fazia alguma diferença para aliviar os sintomas.

Para você ter ideia de como tudo funciona, vamos dar um exemplo.

Imagine que você está com raiva porque descobriu que seu filho está mentindo.

Para piorar, o seu casamento não vai nada bem.

Se você tem fibromialgia, suas dores vão aumentar.

Caso resista falar sobre o assunto, quando seu cônjuge pergunta o que está acontecendo, a dor aumentará.

Por outro lado, se você tentar resolver o problema e conseguir desabafar, sentirá um alívio no corpo e uma paz maravilhosa no coração.

Não adianta ficar pensando em coisas boas, enquanto está sentindo raiva.

É verdade que às vezes podemos enganar o cérebro, mas isso nem sempre funciona.

De acordo com um estudo de 2010, publicado no Arthritis Care and Research, uma situação como a raiva reprimida compromete o funcionamento neuroendócrino.

É por isso que as pessoas sentem mais dor depois da raiva.

A conclusão a que chegamos é que devemos procurar ajuda profissional para aliviar as emoções de forma saudável.

VEJA AGORA UM ESTUDO FEITO,

E DICAS PARA  AJUDAR A SUPERAR ESTE MAL.

Vale saber que que a cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres.

Não se sabe a razão porque isto acontece.

Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa.

Talvez os critérios utilizados hoje no diagnóstico da FM tendam a incluir mais mulheres. 

A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos.

Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

AlgumasTerapias para reduzir os sintomas da fibromialgia.

A fibromialgia é um distúrbio caracterizado por causar dor musculoesquelética.

Embora envolva tratamento médico, existem terapias naturais que ajudam a aliviar os sintomas, claro que sem nunca dispensar o tratamento médico.

Os tratamentos para reduzir os sintomas da fibromialgia geralmente incluem analgésicos, antidepressivos e anticonvulsivantes.

Essas opções, que geralmente são prescritas pelo médico, têm como objetivo minimizar a dor e outros desconfortos relacionados.

Os pacientes com esta doença apresentam dores crônicas de longa duração nos músculos e ossos.

Que ao longo da vida, isso leva a pontos de sensibilidade, fadiga, problemas de concentração e outras manifestações que afetam a qualidade de vida.

Lembrando sempre que é fundamental atender às recomendações médicas para o controle da doença. Mas não significa que não se possa tentar uma série de terapias naturais que contribuem para o seu alívio. 

O que é fibromialgia?

 

Como já mencionado, os pacientes com esse transtorno apresentam dor musculoesquelética prolongada ou crônica , fadiga constante, fraqueza e problemas de sono.

Seus sintomas são listados como subjetivos e não podem ser medidos por testes.

Por isso, é difícil estabelecer sua causa e, muitas vezes, seu diagnóstico também é difícil.

Porém, graças às pesquisas, a doença está se tornando um pouco mais compreendida.

Assim, pesquisadores do Instituto de Reumatologia de Israel sugerem que pode ser causado por fatores genéticos, infecções, estresse constante, traumas e fatores ambientais.

Da mesma forma, é hipotetizado que o cérebro e o sistema nervoso interpretam mal os sinais de dor, exagerando-os.

Com isso, ele também pode ter sua origem em um desequilíbrio da química do cérebro.

Sintomas de fibromialgia

A fibromialgia está relacionada a pontos sensíveis que causam dor intensa, mesmo sob pressão leve.

Até pouco tempo, esses pontos eram fundamentais para o seu diagnóstico.

Atualmente, eles raramente são levados em consideração; uma vez que os médicos têm outros critérios importantes para identificar a doença.

Uma dor constante e incômoda que afeta muitas áreas do corpo por mais de três meses é uma indicação desse distúrbio.

Porém, o profissional também leva em consideração outros sintomas como:

Ansiedade e depressão.

Dificuldade em dormir.

Problemas de concentração.

Dores de cabeça constantes

Dor no abdômen inferior.

Cansaço prolongado ou fadiga crônica.

Dormir por longos períodos sem se sentir descansado.

Terapias naturais para reduzir os sintomas da fibromialgia

Alguns pacientes são incapazes de reduzir os sintomas de fibromialgia com tratamentos convencionais com medicamentos. Por esse motivo, algumas terapias naturais que ajudam a aliviar a dor tornaram-se populares há algum tempo.

Alguns que foram indicados por especialistas. Veja abaixo.

Ioga

A ioga é um dos melhores exercícios complementares para reduzir os sintomas da fibromialgia. Na verdade, seus benefícios foram comprovados por meio de várias investigações. Como falado acima, um estudo desenvolvido por vários pesquisadores da Universidade de York mostrou que essa terapia ajuda a melhorar o humor e minimizar os sintomas de dor e fadiga.

Assim como é conveniente incorporar exercícios de meditação e respiração, pois aumentam os benefícios.

Acupuntura

Outra terapia popular que algumas pessoas usam para controlar esta doença é a acupuntura. É uma forma milenar da medicina tradicional chinesa, na qual agulhas finas são inseridas na pele e distribuídas em diferentes pontos do corpo.

Meditação

A meditação é uma atividade natural que conseguiu se espalhar por todo o mundo. Assim, uma investigação realizada na Universidade de Granada reconhece seus efeitos sobre a saúde física e mental ; uma vez que ajuda a controlar os desequilíbrios que afetam as doenças.Por causa disso, é um suplemento popular para reduzir os sintomas da fibromialgia ; especialmente quando acompanhada de estresse, ansiedade e depressão.

Tai chi

O tai chi é uma prática milenar da medicina tradicional chinesa. Consiste em movimentar o corpo lentamente por meio de uma série de posturas. O tai chi é outra técnica antiga que parece oferecer benefícios para a fadiga e a dor crônica.

Diz-se que sua prática faz parte das terapias para dores crônicas e fibromialgia, pois seus benefícios incluem a redução da dor e a melhora da qualidade do sono. Existem outras terapias alternativas, que seu médico pode lhe indicar.

Se você identificar algum dos sintomas descritos aqui, não hesite em ir ao médico para lhe oferecer um diagnóstico preciso. Embora essas opções sejam uma boa alternativa, não substituem o tratamento médico.

Matéria de várias fontes, veja mais em: https://www.reumatologia.org.br/

Veja Também

MISTURA que tira cheiro de tudo DE TUDO MESMO..

PENSE EM ALGO MIL E UMA UTILIDADE… É ESTA RECEITINHA AQUI… MISTURA que tira cheiro …