Home / Saúde / Hábitos que ajudam a evitar a demência, segundo estudos científicos!

Hábitos que ajudam a evitar a demência, segundo estudos científicos!

Cientistas da Universidade do Mississipi, estudando a demência, chegaram a um conjunto de hábitos que podem ajudar a evitar a doença.

Cálculos da Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem que a demência é uma das do doenças que mais devem atingir as pessoas nos próximos anos, com um crescimento estimado em até 150% até 2050 — ou seja, pulando de 55 milhões de casos para 139 milhões.

De olho no aumento de ocorrências da condição e buscando amenizar os efeitos na população nos próximos 25 anos, uma série de remédios e outras práticas preventivas vêm sendo buscados como forma de retardar o avanço neurodegenerativo de pacientes o máximo possível.

O estudo que aponta os hábitos a seguir para evitar a doença foi publicado na revista científica Neurology.

Olha aí o que poderíamos fazer, sim, fazer, já para nos ajudar imediatamente e principalmente no futuro, na idade mais avançada.

  • Permanecer ativo; caminhadas leves, afazeres domésticos;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Evitar o sobrepeso;
  • Não fumar;
  • Manter pressão arterial em níveis adequados;
  • Controlar o colesterol;
  • Controlar a taxa de açúcar no sangue.

Embora possam parecer óbvios, estes hábitos saudáveis foram monitorados de perto em diversos participantes do estudo, verificando sua verdadeira eficácia.

Mais de 10 mil pessoas foram estudadas por 30 anos, iniciando quando tinham 54 anos de idade. Segundo os cientistas, os hábitos conseguiram reduzir em até 43% o risco de demência, mesmo em quem já tinha propensão genética para desenvolver a patologia.

No final do estudo, os participantes já estavam com 84 anos. Os que aderiram aos hábitos mais simples, como os citados acima, tiveram uma incidência para o desenvolvimento de demência de 6% a 43% menor.

A variação se deu por conta da diferença na adoção das práticas, como frequência e intensidade que os participantes dedicaram aos hábitos.

Bora focar nos hábitos, e por em prática já.

Caminhadas leves, nossos afazeres domésticos, deixar um pouco o celular de lado, policiar o tempo que se passa sentado. Vitaminas, como a D, não pode faltar, entre outras. Converse com seu médico sobre isso.

Procure seu médico, para saber mais, se alguma preocupação aparecer.

Enfim, fica a dica.

Fonte: https://canaltech.com.br/

Fonte: https://vivamaisvivamelhor.com.br/

Veja Também

Ora-pro-nobis, a planta que tem alto teor de proteína, ferro, cálcio, fazendo muito bem ao corpo.

É uma planta com alto teor de proteína (aproximadamente 25% de sua composição), e é …