Home / Bem- Estar / viagem / VOCÊ JÁ FOI A BONITO ???     Gente é lindo demais!

VOCÊ JÁ FOI A BONITO ???     Gente é lindo demais!

 

VOCÊ JÁ FOI A BONITO ??? Senão foi, então vá…

BONITO é mais que bonito…

É LINDOOOOO DEMAIS!

Situado no Estado de Mato Grosso do Sul …
Os passeios em Bonito podem ser divididos em 6 categorias:
flutuações, grutas, cachoeiras, aventura, balneários e observação de animais não-aquáticos.
Escolhendo um de cada gênero você tem uma experiência completa do que é o destino.
Com certeza você vai querer fazer  uma segunda flutuação
 o gênero de passeio que deu a fama, justificadíssima, a Bonito.
Isso é lindo demais…
ABAIXO GRUTA DO LAGO AZUL… lindaaaaaaaa!

UM POUCO MAIS DE BONITO…

Bonito está localizado sobre o Planalto da Bodoquena (popularmente conhecido como Serra da Bodoquena) e a Depressão do Miranda, a 350m de altitude do solo, e a 290Km da capital, saindo de Campo Grande,
Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes e chegando a Bonito.
A Serra da Bodoquena, situada na borda sudeste do Complexo Pantanal, Estado de Mato Grosso do Sul é um dos mais interessantes ecossistemas do Pantanal.Formada pelas cidades de Bonito, Bodoquena, Jardim e Porto Murtinho, conta com o Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Decretado em 21 de setembro e de 2000,com 76.400ha.

Origem:

Há muitos anos atrás, formas primitivas de vida habitavam um antigo mar que existia na região. Alguns desses seres eram algas que proporcionaram a formação de sedimentos calcários.
Com o tempo esses sedimentos se depositaram no fundo do mar, que secará e hoje esses sedimentos deram origem as pedras cinzas que podem ser avistadas nas cavernas da região.

Rios.

Os rios da região são conhecidos por suas águas muito cristalinas e bicerbonatadas de gosto salobro.Tal transparência deve-se a fatores como, saírem da nascente com pouquíssima turbidez, não adquirindo argila em seu movimento, nas nascentes rochas calcárias muito puras evitam a presença de argila.
Este calcário presente nos rios que vem de tais rochas presentes nas nascentes age como um filtro, depositando as impurezas no fundo, onde rochas encontram-se em permanente dissolução e através de fraturas no solo formam cavernas, abismos e condutos subterrâneos.

Flora.

Além do cerrado, vegetação típica do Brasil Central, encontra-se nos topos de morros, solos calcários e afloramentos rochosos onde ocorre a Floresta Estacional Decidual, onde as plantas perdem todas as folhas na época da estiagem.
Em outros ambientes está presente a Floresta Estacional Semidecidual, que perde apenas parte das folhas no neste mesmo período.
As matas ciliares presentes nas beiras dos rios e cursos dágua, perdem poucas folhas , possibilitando que a umidade seja grande em toda mata.
Além, disso a mata ciliar faz papel de em grande protetor das águas cristalinas dos rios, protegendo o solo das chuvas fortes e evitando que o rio seja assoreado por montes de terra levados por estas.

Fauna.

A fauna no Planalto da Bodoquena é interessante por seus hábitos.No período seco o agito deles é sinal de que pra proporcionar o nascimento de seus filhotes no período da Primavera e cresçam quando a oferta de alimentos é maior.
Existe simbiose muito harmoniosa entre as espécies da Serra da Bodoquena.
Pássaros e capivaras são um exemplo, afinal as pulgas e carrapatos viram alimentos para os pássaros e a capivara ganha limpeza.
O mesmo ocorre com os jacarés, comuns na região e as borboletas.
O Pássaro símbolo de Bonito é o Udu ( leia a lenda do Udu) que vive nas matas ciliares da região.
E do Pantanal e o Tuiuiu ( Jaburu).
Até o momento se conhecem mais de 340 espécies de aves,195 mamíferos e 50 de peixes.