Home / Uncategorized / Palha de aço, esponja de limpeza, lixo comum, ou reciclável??

Palha de aço, esponja de limpeza, lixo comum, ou reciclável??

Por dia, cada brasileiro produz mais de um quilo de lixo, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais.

Daí a importância da redução do consumo e da reciclagem.

Contudo, alguns itens do lixo doméstico não são recicláveis.

Outros são, mas poucas empresas fazem o trabalho.

O que, na prática, resulta naquele item indo parar no lixo comum.

Veja alguns itens que quase certeza jogamos no lixo errado.

Esponjas de limpeza

As sintéticas são feitas de poliuretano.

“É um plástico termorrígido que, depois de moldado, não retorna às suas características originais.

Por isso a reciclagem é difícil”, conta o professor José Carlos Mierzwa.

As cooperativas brasileiras não processam esponjas domésticas, então, elas podem ser jogadas em lixo comum.

“O ideal é utilizar buchas vegetais para lavar louça e no banho, pois são fabricadas com matéria prima natural, que se decompõe facilmente”, afirma Maria Tereza Saraiva, pesquisadora da área de gestão ambiental e sustentabilidade e professora do Centro Universitário FEI, em São Paulo.

Palha de aço

O material usado para arear panelas e fazer limpeza pesada deve ser descartado no lixo comum.

No entanto, não precisa usar com culpa.

Embora não seja biodegradável, a palha de aço degrada sem causar impacto na natureza.

“O processo de ferrugem desse material indica a sua fácil decomposição química”, diz a engenheira ambiental Juliana Lourenção, professora da escola de Engenharia e Tecnologia da Universidade Anhembi Morumbi, também na capital paulista.

Sempre pensei assim, como enferruja logo, depois de usada, se desfaz rápido também.

Agora os itens abaixo pode mandar com certeza para a coleta seletiva.

Plásticos reciclados:

embalagens e tampas de xampus, detergentes e produtos de limpeza, embalagens plásticas de alimentos (caixinha de ovos, por exemplo), utensílios plásticos como canetas esferográficas (sem o reservatório da tinta), escovas de dentes, baldes, artigos de cozinha, copos, canos e tubos de PVC e embalagens PET.

Vidros: garrafas de bebidas e frascos de molhos, condimentos, perfumes e produtos de limpeza.

Metais:

latas de óleo, sardinha, creme de leite, feitas com aço revestido com estanho; embalagens de alumínio, como latas de refrigerantes, cerveja, chás, tampa do iogurte, folhas de alumínio; ferragens; arame; fio de cobre; panela sem cabo; embalagem de marmitex.

Papeis:

folhas de caderno, jornais, revistas, panfletos, cartões, cartolinas, caixas de papelão, de embrulho de presentes e papel de seda.

ATENÇÃO, para fazer tudo certinho, * Lave o material antes de descartá-lo.

Restos de comida em embalagens atraem animais, como roedores e insetos, o que prejudica a coleta seletiva e todos que trabalham nessa etapa.

Só descarte o lixo reciclável sujo em último caso, caso esteja na rua, por exemplo.

* Papéis amassados dificultam o manuseio dos catadores e recicladores, porque criam volume.

O ideal é mandar dobrado.

“As caixas podem ser desmontadas e dobradas para reduzir o volume no transporte”, fala Maria Tereza Saraiva.

Pode até dar trabalhp, mas é assim que devemos fazer.

Imagem: https://www.casapraticaqualita.com.br/

fonte: https://www.uol.com.br/

Veja Também

Vinagre, saiba como guardar para não estragar.

Para evitar que seu vinagre estrague antes do tempo, guarde-o sempre na geladeira O vinagre …